segunda-feira, Junho 29, 2009

FESTAS DA VILA DE CASTRO VERDE 2009

.
AS FESTAS DA VILA,EM CASTRO
VERDE, VÊM ANO APÓS ANO A
GANHAR MAIOR DIMENSÃO E
SÃO JÁ UMA OUTRA FEIRA DE
CASTRO.


Esta edição foi muito animada, e sempre muito participada.

Neste domingo ,ultimo dia, o nosso blogue este presente. Percorri o espaço da Festa assisti ao entusiasmo das crianças aos pulos nos insufláveis


E COMO OS MIÚDOS VIBRAM



..a pedalar nos carts


..nas pinturas, no Espaço castrolândia, PARA ELES CONCEBIDO




Nas pessoas deambulando pelas barracas dos petiscos...

COMO NA TENDA DOS MOTARDS DE CASTRO VERDE...


..NOS PETISDCOS DA TENDA DA CASA DO SPORTING DE CASTRO VERDE...


..E NA DO CASTRENSE


..NA DOS "GANHÕES DE CASTRO VERDE COMI UMA SABOROSA BIFANA..

Muita luz, muita côr, muito doce


Na tenda da Associação de Caçadores e prescadores

ONDE O DIVERTIMENTO ERA A CAÇA VIRTUAL


Dançando ao som da música de Emanuel Silva

COM O REQUEBRO..

...E A ENERGIA QUE AQUI SE CONSTATA

E mais tarde ,no Palco principal, ouvindo Mariza numa actuação muito esperada, e muito aplaudida.






Para o ano que vem há mais,

ARRAIAL POPULAR NOS GERALDOS

.
ESTA NOITE HÁ ARRAIAL
POPULAR NOS GERALDOS


Arraial Popular nos Geraldos - Festa de S. Pedro

Programa:
19h30
Baile com Emanuel Silva
Sardinhada

21h00 - Marchas Populares de Casével
21h30 - Baile com João Paulo Cavaco e sua banda.

As festas de São Pedro vão ter lugar no Centro de Convívio dos Geraldos e no Parque Público

sábado, Junho 27, 2009

preliminares

.
Para testar a personalidade de um funcionário, o dono da empresa mandou pagar 500€ a mais no salário dele.
Os dias passam, e o funcionário não diz nada.
No mês seguinte, o patrão faz o inverso: manda tirar 500€.
Nesse mesmo dia, o funcionário entra na sala para falar com ele:
- Engenheiro, acho que houve um engano e tiraram-me 500€ do meu salário.
- Ah é?! Curioso porque no mês passado eu paguei-lhe 500€ a mais e você não comentou nada!
- Pois, mas é que um erro eu ainda tolero; agora dois, acho um absurdo!!!

FESTAS DA VILA DE CASTRO VERDE

.
E PORQUE HOJE É O
SÁBADO DAS FESTAS
DA VILA, RECORDEMOS
O PROGRAMA DO DIA

SÁBADO, 27 JUNHO

18h00 Abertura do recinto da festa
Animação de rua, actividades radicais, insufláveis, bares e restaurantes.


21h30 Baile com Banda Século XXI

23h00 Concerto com MICKAEL CARREIRA

01h00 Continuação do Baile

sexta-feira, Junho 26, 2009

FESTIVAL SETE SÓIS, SETE LUAS, EM CASTRO VERDE

.
ESTE ANO O FESTIVAL SETE SÓIS,
SETE LUAS,EDIÇÃO DE CASTRO VERDE
VAI SER A 11,12 E 13 DE SETEMBRO


Castro Verde - Festival Planície Mediterrânica (Fórum Municipal)

de 11 a 27 de Setembro - Exposição de Giampaolo Talani (Toscana)
11 de Setembro - Piccola Banda Ikona (Mediterrâneo), Kamafei (Salento, Itália), Deabru Beltzak (País Basco)
12 de Setembro - Mor Karbasi (Israel), Gustafi (Croácia)
13 de Setembro - Xeremiers de Son Roca (Baleares), 7LuasOrkestra (Mediterrâneo).

Confesso que é este o Festival que mais aprecio, dos quantos se realizam anualmente em Castro Verde.

Nos ultimos anos te sido uma loucura a adesão das pessoas e o clima de festa que se sente pelas ruas de Castro.

Este programa que mostro acima é apenas a parte internacional do evento, a que a Organização acrescentará os grupos e artistas nacionais.

Os "DA WIESEL" esta noite em CASTRO VERDE

.
OS DA WIESEL VÃO ACTUAR
ESTA NOITE NAS FESTAS
DA VILA

É às 11 da noite no Largo da Feira



Mas antes . pelas 6 da tarde vai abrir o ecinto da Feira, com animação de rua, e aqui e li,vão "nascer" insufláveis para os putos dar largas à imaginação.

Os "cómes" vão estar à disposição dos mais famintos pelos bares e restaurantes, que a esta hora já começam a "cheirar"

Antes ainda dos DA WIESEL, vai haver bailarico animado pelos DUO BEST, que só interromperão a sanfona durante a actuação da banda de Almada.Então lá para a 1 da madrugada, continuará a dança até que as pernas lhes doam...

Isto é hoje, porque amanhã haverá mais...!!!!

quarta-feira, Junho 24, 2009

CRÓNICA DO ENCONTRO DE GRUPOS CORAIS NA GRANJA

.
O IV ENCONTRO DE GRUPOS CORAIS
NA GRANJA - MOURÃO, DECORREU
SOB UM CALOR TÓRRIDO

Entre os presentes participantes estiveram as Cantadeiras da Alma Alentejana e os Amigos do Alentejo do Feijó.

O encontro começou com um desfile dos grupos pelas ruas da Granja, sob um calôr de derreter.Para as Cantadeiras da Alma Alentejana foi uma estreia, pois até à Granja, nunca tinham cantado a não ser em palco

Foi o nosso amigo Luis Moisão que se encarregou de nos contar o que aconteceu por lá, e é claro que -aconteceu Alentejo.
Mas dêmos-lhe a palavra:

O Coral Feminino «Flores de Abril» de Granja, deu início ao desfile. As Cantadeiras tiveram alguma dificuldade , dado o calor. O percurso foi um pouco longo e a subir,

AS CANTADEIRAS DA ALMA ALENTEJANA DESFILAM ,ENFRENTADO O CALÔR SUFOCANTE

para além de ser o seu 1º desfile, mas lá conseguiram dar conta do recado Tivémos além do mais 3 «estreias» .Para 3 delas foi a sua primeora actuação.


Seguiu-se a actuação em Palco, no exterior, com algumas dificuldades que foram sendo ultrapassadas à medida que o calor foi baixando e os assistentes se foram concentrando no Cante. Naturalmente que não me foi possível fazer o registo como queria. Anotei entretanto os primeiros 5 Grupos:

1) Grupo Coral da Granja (organizador do evento): «Granja/Já lá vem rompendo a Aurora/Sai o Pombo do Pombal» - 20 H, num cante bem agradável,


2) Sociedade Recreativa do Bairro Operário de Palmela: «É tão lindo o Alentejo/Ó meu lindo Alentejo/Verão» - 20H, com vozes bem fortes que também encantaram - aliás, este Grupo tinha estado presente recentemente na Semana de Cante Alentejano no Feijó (Almada), organizada pelo Grupo Coral Etn. «Amigos do Alentejo»;

3) Cantadeiras da Alma Alentejana: «O Alentejo não tem fim/Saudades de Outrora/Ó Alqueva» - 20 M. Cada Moda entoada foi precedida de Poesias pela Poetisa Rosa Dias, que empolgou a assistência presente, fazendo chorar muitos, quiçá lembrando as suas agruras passadas no seu/nosso Alentejo;

AQUI,LUIS MOISÃO E A POETISA ROSA DIAS APRESENTANDO O GRUPO


A POETISA ROSA DIAS DECLAMANDO


AS CANTADEIRAS DA ALMA ALENTEJANA ACTUANDO NO PALCO

4)Grupo Coral Amigos do Alentejo do Feijó: «Alentejo como eu te adoro/Ai que noite tão serena/Promessas» - 19H, em mais uma evocação saudosa do nosso Alentejo;

5) Grupo de Peroliva: «Província de Sofrimento/O Ardila corre, corre/Vamos saindo a cantar» - grupo misto de 13H + 4M, a acusar algum cansaço e desgaste;

6)Grupo Feminino «Flores de Abril» de Garvão: abriram com uma moda muito bonita, vozes fortes e bem timbradas (com algumas jovens), mas a anedota contada antes criou alguma excitação na assistência e não nos deixou apreciar devidamente o cante, o que foi pena, pois era o que particularmente nos interessava.

Depois ,por questões logisticas, a necessidade de ser servido o jantar à medida que os grupos iam cantando, não foi possível assistir aos restantes. Registe-se entretanto que os 2 Grupos Corais da Granja estão convidados e irão estar presentes em Almada na Escola Cacilhas Tejo no dia 26 Julho (Domingo) na 10ª Feira da Alma Alentejana.

Anotar ainda que quer a viagem de ida, como o regresso foram muito animados, dado que os Amigos do Alentejo e as Cantadeiras da Alma Alentejana viajaram no mesmo autocarro e, claro, foi um verdadeiro «despique» de Cante Alentejano desde o primeiro ao último minuto.

De louvar mais esta iniciativa, duma aldeia com pouco mais de 700 habitantes mas, ao que nos foi dado presenciar, com uma população muito activa e animada.

O Alentejo não tem fim

preliminares

.
Uma mulher, de táxi, com a filha de 11 anos, andam à noite.
No caminho, a menina vê mulheres rodando bolsinha.
-Mãe,o que aquelas mulheres estão fazendo? -Esperando seus maridos saírem do trabalho.
O taxista rindo diz:
-Fale a verdade para a garota...Elas são prostitutas, estão esperando
clientes que lhes paguem para fazer sexo!!!
Todos ficam calados até que a menina pergunta:
-Aquelas mulheres também tem filhos, mamãe?
-Claro filha!!... Como você acha que nascem os taxistas?

FESTAS DA VILA DE CASTRO VERDE -2009

.


É JÁ DEPOIS DE AMANHÃ
QUE COMEÇA A EDIÇÃO
DESTE ANO -2009-DAS
FESTAS DA VILA.

O programa deste ano promete:

SEXTA-FEIRA, 26 JUNHO

18h00 Abertura do recinto da festa
Animação de rua, actividades radicais, insufláveis, bares e restaurantes.

21h30 Baile com Duo Best

23h00 Concerto com DA WEASEL

01h00 Continuação do Baile

SÁBADO, 27 JUNHO

18h00 Abertura do recinto da festa
Animação de rua, actividades radicais, insufláveis, bares e restaurantes.

21h30 Baile com Banda Século XXI

23h00 Concerto com MICKAEL CARREIRA

01h00 Continuação do Baile

DOMINGO, 28 JUNHO

09h00 VIII Encontro de Ciclomotores Antigos
Informações e inscrições no Fórum Municipal até dia 23 de Junho - Telef. 286 320 040.

18h00 Abertura do recinto da festa
Animação de rua, actividades radicais, insufláveis, bares e restaurantes.

18h30 Música Popular com Alencanto

20h30 Baile com Emanuel Martins

22h30 Concerto com MARIZA

24h00Continuação do Baile.

Local: Largo da Feira

Entrada Livre.

Organização: Câmara Municipal de Castro Verde. Junta de Freguesia de Castro Verde.

Colaboração: Juntas de Freguesia, Colectividades e Associações do Concelho.

Desde ontem que já se nota o movimento de instalação das tendas no Largo da Feira , e da azáfama que este tipo de eventos provoca.

O nosso blogue esteve presente na edição de 2008, e lembra aqui ,pela imagem , o clima que então se viveu :

A ENTRADA DE 2008 ERA ASSIM


O MOVIMENTO NO RECINTO DA FEIRA


A ZONA DEDICADA AOS MAIS NOVOS


PEDRO ABRUNHOSA ,FOI UMA DAS PRESENÇAS DA EDIÇÃO DE 2008


NA ZONA DOS BAILARICOS ,NINGUÉM PAROU ATÉ ÀS TANTAS...


...NEM DEIXOU UMA MODA POR DANÇAR

Este ano, esperamos, vai ser ainda melhor!!!

terça-feira, Junho 23, 2009

AFECTOS

.


Uma rosa, com muito carinho, para Ana Catarina.

segunda-feira, Junho 22, 2009

Hoje em Mertola, espectáculo "DIZ QUE DANÇAM" DA DANSUL

.
A COMPANHIA DANSUL DA "AMDA"
QUE JÁ ACTUOU EM CASTRO
VERDE NO MÊS DE JANEIRO,
APRESENTA HOJE EM MERTOLA
O ESPECTÁCULO "DIZ QUE
DANÇAM"



segunda – feira 22 de Junho 21h30
Mértola - Cine-Teatro Marques Duque
Espectáculo enquadrado nas festas da vila 2009


coreografia e vídeo: Paula Varanda; bailarinas palco e vídeo: Joana Cavaco, Patrícia Cavaco e Ana Fabião; direcção visual e cenografia: Christiaan Zwanikken; música original: Anthony John; fotografia e vídeo: Jorge Branco; luminotecnica: José Palma; bailarina vídeo: Rosa Roxo; colaboração figurinos: Rithika Merchant e confeccções xaninha Pombo; assistência técnica e de produção: Sónia Severino; Delmiro Boaventura; Ivan Lima


PEQUENO EXCERTO DO ESPECTÁCULO "DIZ QUE DANÇAM" AQUANDO DA SUA APRESENTAÇÃO EM CASTRO VERDE

Sinopse - Diz que dançam - São Relações, emoções, histórias e divertimentos da mulher avó, mãe, menina e moça, que o corpo canta, conta e dança pelo tempo fora. Diz que misturam movimentos de culturas diferentes, uns novos outros antigos, alguns de rua e outros de palco, e que até usam ideias de coreógrafos famosos. Uma pessoa espelha o que se passa na família, no trabalho, no café, na sociedade e no mundo. Uns dias está só e outros anda na boca de toda a gente. Diz que se pode analisar, duvidar, imaginar e afirmar com o corpo e, parece que isso, também acontece nesta dança.
companhia dansul - É um esboço de companhia no interior da AMDA. Com “Diz que dançam” conseguiu-se a primeira reunião intensiva de pessoas na vila de Mértola, com as diferentes experiências necessárias para criar um espectáculo de dança. Com uma dimensão local no processo de criação, juntando profissionais e amadores, residentes ou migrantes, o trabalho realizado é promovido também nos concelhos próximos para alcançar visibilidade a nível regional

domingo, Junho 21, 2009

CRÓNICA DA FESTA DE ENCERRAMENTO DOS JOGOS CONCELHIOS

.
OS JOGOS CONCELHIOS DE
CASTRO VERDE DECORRERAM
EM DIVERSAS MODALIDADES
DURANTE 4 MESES.

A Festa de Encerramento dos Jogos trouxe à Praça da Republica de Castro Verde uma multidão entusiasta que viveu cada minuto com entusiasmo e entrega,


Grande parte dos que alegraram a noite foram os participantes das modalidades, uns a receberem as estatuetas de vencedores,outros a curtirem o momento.




Os insuflaveis,





OS JOGOS




AS DANÇAS...










IMAGEM TIRADA DO CAFÉ LA PRAÇA ILUSTRA SEM PRECISAR DE PALAVRAS O QUE ACONTECEU NESTA FESTA DE ENCERRAMENTO DO JOGOS CONCELHIOS

sábado, Junho 20, 2009

IV ENCONTRO DE ENCONTROS CORAIS NA GRANJA

.


HOJE À TARDE, NUM ALENTEJO
DE 40 GRAUS, REALIZA-SE NA
GRANJA, ALI PERTO DE MOURÃO,
UM ENCONTRO DE GRUPOS CORAIS.

Um aceno especial ao Luis Moisão e ao Grupo Coral dos Amigos do Alentejo do Feijó.

sexta-feira, Junho 19, 2009

hoje, em CASTRO VERDE

.



É apresentado hoje, na tenda do Largo da Feira, em Castro Verde, o espectáculo “Uma ponte chamada língua portuguesa”, que conta com a participação de 320 crianças. Esta apresentação significa também o culminar do projecto com o mesmo nome do espectáculo, que foi desenvolvido ao longo do presente ano lectivo pelo Departamento Curricular do 1º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Castro Verde, envolvendo todas as escolas de 1º ciclo do concelho. A temática central foi o estudo da língua portuguesa e dos países lusófonos e o projecto visou a promoção do acto e da acção educativa suportando-se num conjunto de estratégias pedagógicas, curriculares e culturais, capazes de fomentar o reconhecimento do património histórico e cultural dos respectivos países.

O objectivo é facilitar a aprendizagem da língua, o projecto apostou em abordagens curriculares inovadoras com uma forte componente lúdica e promoveram, em paralelo, o espírito colectivo de trabalho".

No espectáculo que é apresentado hoje, às 21.30 horas, para além das 320 crianças, participam ainda: o grupo coral “Os Ganhões de Castro Verde”, a Banda Filarmónica 1º de Janeiro e Pedro Mestre, tocador de viola campaniça.

quinta-feira, Junho 18, 2009

ruas de CASTRO VERDE


TRAVESSA DOS ALIADOS , À NOITE

FESTA DA CERCA DOS PINHEIROS em CASTRO VERDE

.
EM CASTRO VERDE, AMANHÂ
FESTA DA CERCA DOS PINHEIROS


Programa:

Dia 19 de Junho (Sexta-feira)
21h00 - Baile com AS Band

Dia 20 de Junho (Sábado)
14h30 - Torneio de Sueca

Das 15h00 às 21h00 - Modas Alentejanas

Das 17h00 às 21h00 - Tarde de Animação Infantil
Insufláveis

Palhaços

Balões
21h00 - Actuação dos Artistas Marcos & Jobson

preliminares

.
Todas as crianças haviam saído na fotografia e a professora estava tentando persuadi-los a comprar uma cópia da foto do grupo.
- 'Imaginem que bonito será quando vocês forem grandes e todos disserem: ali está Catarina, é advogada, ou também 'Este é o Miguel. Agora é médico'.
Ouviu-se uma vozinha vinda do fundo da sala:
- 'E ali está a professora. Já morreu.'

AFINAL, O CASTRENSE FICA NA 3ª.DIVISÃO

.
O CASTRENSE AFINAL FICA NA 3ª.DIVISÃO
CONTUDO, A DECISÃO É TARDIA, E MUITOS
DOS MELHORES JOGADORES JÁ SAIRAM PARA
OUTROS CLUBES...




A permanência do emblema de Castro Verde no escalão nacional surge depois de duas semanas de intensos rumores e muitas dúvidas, uma vez que desde o início deste mês de Junho, após FPF ter aprovado em assembleia geral os novos quadros competitivos para as próximas épocas – que inclui a criação da Série Madeira na 3ª divisão –, que era ventilada esta possibilidade.

A equipa de Castro Verde vai voltar a integrar a Série F, juntamente com o Beira Mar MG, Pescadores, Cova da Piedade, Farense, Juventude de Évora, Fabril do Barreiro, Lusitano de Évora, Quarteirense, Esperança de Lagos, Moura AC e U. Montemor.

Esta situação provoca igualmente mexidas no quadro do “Distritalão” da próxima época, que continuará a contar com a participação do Ferreirense.

preliminares

.
Os pais do Joãozinho convidaram um casal amigo para um jantar lá em casa.
Sabendo como era o seu filho, o pai do Joãozinho chama-o e pede-lhe encarecidamente para ele não fazer comentários acerca das orelhas do filho do casal amigo, que pura e simplesmente não tinha as ditas.
Na hora marcada o casal amigo chegou, e nisto o Joãozinho corre logo para a porta para verificar se efectivamente o rapaz tinha ou não orelhas, e realmente constatou que era mesmo verdade, o rapaz não tinha orelhas.
Durante o jantar o Joãozinho não tirava os olhos do rapaz, até que não conseguiu resistir e perguntou ao rapaz:
- Tu vês bem ?
- Vejo. (respondeu inocentemente o rapazinho)
- Deus te conserve a vistinha, porque se um dia tiveres de usar óculos estás lixado!!!

quarta-feira, Junho 17, 2009

ENCERRAMENTO DOS JOGOS CONCELHIOS DE CASTRO VERDE 2009

.
HOJE À NOITE, PELAS 21 HORAS
NA PRAÇA DA REPUBLICA, VAMOS
TER A FESTA DE FECHO DOS JOGOS
CONCELHIOS DESTE ANO

Jogos Concelhios 2009 – Festa de Encerramento



A Praça da República, em Castro Verde, vai receber, a partir das 21h00,
a Festa de Encerramento dos Jogos Concelhios 2009, organizada pela
Câmara Municipal de Castro Verde.


Após quatro intensos meses de actividade física, os Jogos Concelhios 2009 chegam agora à recta final. Inúmeras modalidades, como por exemplo o paintball, a sueca, o snooker, as caminhadas ou o tiro aos pratos preencheram, ao longo destes últimos meses, os tempos livres da nossa comunidade, de uma forma benéfica, e simultaneamente divertida.

Agora é chegada a hora de fazer o balanço final, destes quatro meses, em que a promoção de uma vida mais activa e saudável foi sempre a grande prioridade. Mas nada melhor do que encerrar em beleza esta festa do desporto, com as honras que lhe são merecidas.

Programa:

21h00 – Caminhada Nocturna
21h15 – Insufláveis, Animação Musical, Entrega de Prémios e actividades diversas.

terça-feira, Junho 16, 2009

7º.e utimo dia da SEMANA CULTURAL ALENTEJANA

.
QUEM TEVE O PRIVILÉGIO DE ASSISTIR
A TODOS OS EVENTOS DESTA SEMANA
CULTURAL ALENTEJANA ,ORGANIZADA PELO
DINÂMICO CLUBE DO FEIJÓ, SÓ PODE
ESTAR SATISFEITO, POIS PRESENCIOU
UMA BELA DEMONSTRAÇÃO DE ALENTEJA-
NIDADE.

O ultimo acto teve lugar ,como vem sendo hábito, no Jardim contiguo ao Pavilhão dos Desportos de Almada, aqui no Feijó.

O espaço esteve sempre cheio duma cominidade orgulhosa das suas origens, do seu Alentejo, participativa ,sempre pronta a aplaudir as modas e as melodias das suas memórias.




Ao longo destes dias, o nosso blogue esteve presente ,e pela primeira vez, dividiu as tarefas de reportagem com o amigo Luis Moisão, que conhecedor profundo deste tipo de eventos,e com aguçada sensibilidade nas questões do seu Alentejo, nos foi dando com maior detalhe as circunstâncias de cada uma das manifestções qie foram acontecendo.

É a ele ,pois, que passo de novo a palavra, para que detalhe esta sessão de Encerramento, a que intercalo as imagnes e filmes recolhidos:

" Para encerramento desta 10ª Semana Alentejana em Almada, iniciada em 6 de Junho, teve lugar pelas 20,30h num Palco instalado junto ao Complexo Municipal dos Desportos (Feijó) o 22º Encontro de Cantares Alentejanos.

Neste encontro, que foi precedido de uma recepção e jantar de convívio oferecido aos Grupos Corais Alentejanos convidados, registou-se a ausência do Grupo Coral Etnográfico do Ateneu Mourense (Moura), ao que nos dizem devido ao falecimento de um dos elementos do Grupo. A ordem de apresentação e Modas cantadas foram.

1) Amigos do Alentejo (Feijó - organizador) 19H: Quando eu fui ao Jardim; Alentejo é Esperança; Ó que linda Pastorinha e Ouve lá ó linda Rosa;



OS ANFITRIÕES, OS "AMIGOS DO ALENTEJO DO FEIJÓ" TIVERAM UMA ACTUAÇÃO DE GRANDE QUALIDADE, MUITO APLAUDIDOS

2)Grupo Coral Amigos do Barreiro (17H): Rosa branca desmaiada; Ó Maria Linda e A Ribeira do Sol Posto;


No final na actuação do Grupo do Feijó, subiram ao Palco os representantes do CRFeijó, JFreguesia do Feijó e Pres. Assembleia Municipal de Moura , que à plateia se dirigiram em curtos mas sentidos improvisos, sublinhados com bastos aplausos.

3) Coral Etnografico Cubenses Amigos do Cante (18H): Ao romper da bela Aurora; A vida do Almocreve; Portugal é meu espaço e Vamos lá saindo (Moda de saída);



A ACTUAÇÃO DOS CUBENSES


4)Grupo Coral Etnográfico Vozes de Almodôvar (17H): Ao romper da bela Aurora; Ó Águia que vais tão alta e Pelo toque da Viola;



VIERAM DE ALMODÔVAR, TROUXERAM-NOS AS SUAS VOZES, A QUE JUNTARAM A SUA ALMA...


5)Grupo Coral Feminino Brisas do Guadiana (13M): Alentejo Canta; Alentejo Província querida; Barragem de Alqueva e Rapsódia;




A DIVERTIDA PORTA VOZ DAS "BRISAS" REVELOU-SE UMA PODEROSA "ENTRETAINER"


0 "ALQUEVA" NA VOZ NAS "BRISAS DO GUADIANA"

6) Grupo Musical «Ardila» de Moura (3M + 4H): O Galo quando canta é hora; A Medronheira do Vale; Vai tu, vai tu, vai ela; Rouxinol repica o Cante; Fui à Lenha; Bom dia Camponês trabalhador; o Meu Montinho.... e mais, algumas mais já por solicitação do público presente que encheu todo o espaço junto ao Palco no exterior do Complexo.


Um agradecimento ainda ao público «Almadense» que desde início sempre apoiou de forma eloquente esta iniciativa.
Um abraço final para todos os amigos do Blogue."

O ALENTEJO NÃO TEM FIM!!!

CHICO HORTA, DOS PORTEIRINHOS

-
Ontem à noite,por volta das 9 e tal, vinha de Lisboa a caminho de Castro, a ouvir a Antena 3.
Falava-se de poesia, de livros, quando já nos momentos finais o programa ouvi:
-"Já agora e para terminar,fica no ar este espantoso poema popular dito pelo seu autor, o poeta Francisco Domingos Baião, de Castro Verde."

Conheci pessoalmente o poeta a quem já ouvi dizer de viva voz um belo poema que ele dedicou então à sua mãe.

O Chico Horta é dos Porteirinhos ,um monte pelo qual tenho muito carinho.
Fiquei à escuta.

O POETA

Não conhecia esta faceta libertária do poeta, mas dei ali mesmo gostosas gargalhadas.
Aqui fica o que ouvi nas ondas da Antena 3, segunda feira pelas nove e tal da noite, a caminho de Castro Verde:

"Cagando P’ra Toda a Gente

Cagando pr'o PPD
Cagando pr'o CDS
Eu caguei pr'o PCP
E também caguei para o PS

Eu caguei pr'o Balsemão
Pr'o Freitas do Amaral
Eu caguei para o Cunhal
E o Bochechas fecha a mão
Vai o maior cagalhão
Que em toda a vida caguei
E também caguei pr'o rei
O senhor Ribeiro Teles
Cago pr'a todos eles
Cagando pr'o PPD

Eu caguei pr'o presidente
Caguei pr'as Forças Armadas
Eu faço as minhas cagadas
Cagando pr'a toda a gente
E quem não estiver contente
Ainda mais me merda merece
Porque eu nunca me esquece
Lá debaixo do sobreiro
Caguei pr'o senhor Saleiro
Cagando pr'o CDS

Eu caguei para o ministro
Cá da nossa agricultura
Cago sempre com fartura
Porque eu no cagar estou bem visto
E ainda correm o risco
D'eu cagar pr'a quem não sei
Cago pr'a quem fez a lei
Que me proibiu de cagar
Mandando o cinto apertar
Eu caguei pr'o PCP

Caguei pr'a democracia
Caguei pr'o socialismo
Caguei pr'o comunismo
E caguei para a monarquia
E mais cagar já não podia
Mesmo que eu cagar quisesse
O muito cagar aquece
As bordas de um cu bendito
Que cagou cozido e frito
E caguei para o PS
Porque eu caguei a bem cagar
Como há muito não cagava
E não pude cagar pr'a mais
Porque a merda não chegava
"

Nota final: este poema foi criado ,nos anos setenta.

segunda-feira, Junho 15, 2009

preliminares

.
Altas horas da madrugada, o casal acorda ao som insistente da campainha de casa.
O dono da casa levanta-se e pela janela pergunta:
- O que é que você quer?
- Olá. Eu sei que é tarde. Mas preciso que alguém me empurre. A sua casa é a única nesta região.
Você precisa de me empurrar!
Louco da vida, o recém-acordado replica:
- Eu não o conheço. São 4 horas da madrugada e pede-me para o ajudar?
Ah!, vá-se catar! Você está é bêbado.
Ele volta para a cama. A mulher, que também acordou, não gostou da atitude do marido:
- Exageraste! Já ficaste sem bateria antes. Bem podias ter ajudado esse indivíduo.
- Empurrá-lo? Ele está é bêbado - desculpa-se o marido.
- Mais um motivo para o ajudar insiste a mulher. - Ele não vai conseguir andar sozinho.
Logo tu, que sempre foste tão prestativo...
Tomado por remorsos, o marido veste-se e vai para a rua:
- Hei, vou te ajudar! Onde é que estás?
E o bêbado, gritando:
- Aqui, no baloiço! ...

domingo, Junho 14, 2009

6º.DIA DA SEMANA CULTURAL ALENTEJANA DE ALMADA

.
PROSSEGUIU VITORIOSA E MUITO
PARTICIPADA A SEMANA CULTURAL
ALENTEJANA DE ALMADA .

Neste sexto dia, o espectáculo decorreu na sede do Clube organizador.
O programa da noite falava de poesia popular e fado.
O povo alentejano é todo ele, um poeta em potência, não conheço nenhum alentejano que ,ao longo da sua vida, não tenha já garatujado umas quadras umas décimas, até um soneto, num papel qualquer, ou as tenha simplesmente guardado na sua memória.

Quando ao Fado, a explosão que tem acontecido ,com espectáculos da canção dita nacional ,por todo o alentejo, tem-me surpreendido.Apraz-me verificar ,que já começam a aparecer letras de novos fados ,com temas sobre o Alentejo.

O nosso blogue esteve lá ,participou na festa e captou as imagens que junta à palavra que devolvo outra vez ao Luis Moisão:


"No seguimento da 10ª Semana Alentejana em Almada, decorreu o 6º dia de celebração do evento , no dia 12 de Junho, pelas 21h, no CRFeijó, numa «Noite de Poesia Popular e Fados».


Duas Poetisas deram início a uma introdução poética que antecedeu os Fados, declamando Poemas da sua autoria:

1) Ada Tavares (Alentejana de «gema»): Só a Voz nunca nos dói e Pão Alentejano;



"SÓ A VOZ NUNCA NOS DÓI" ,DECLAMADA PELA POETISA ADA TAVARES

2) Maria Gertrudes (Algarvia): Multidão; Teatro; Planície (Alentejo) e Caminhada.
Nota: registada a ausência da Poetisa Rosa Dias por motivos de saúde., num «aperitivo» que soube a pouco !


Seguiu-se uma «Guitarrada» pelos músicos Alentejanos António José (Viola) e Sidónio (Guitarra portuguesa).
Acompanhados pelos músicos referidos, seguiram-se os Fadistas Alentejanos, que numa I Parte interpretaram:
1) José Raul (Moura) : O Sobreiro, Igreja de Stº Estêvão e Sou do Fado;


2) Liliana: Vou mexer no Destino; Quem tem, quem tem amores a jeito e Casa Portuguesa;


3) F. Farinho (Pias): Belos Tempos, Pelas Mãos de minha Mãezinha e Que importa perder a Vida;

FRANCISCO FARINHO, O FADISTA DE PIAS

4) Inês: Desculpa; Tenho um Amor e Maria Lisboa
Registe-se uma sala bem preenchida, decorada à boa maneira do Fado, com um público muito entusiasta que se não cansou de «puxar» pelos Fadistas e os bons petiscos Alentejanos.


Para que conste ainda, quer os Músicos, quer os Fadistas, foram cedidos pela Câmara Municipal de Moura, numa prestimosa colaboração que nunca é demais reconhecer - bem hajam!

Nota: por razões relacionadas com os «netinhos» pequenos, o «repórter de serviço» não conseguiu efectuar fotos nem registar o nome dos Fados que foram cantados numa não menos animada II Parte.
E foi assim, num «Alentejo diferente», que se apresentou com outras «roupagens» que não o Cante Alentejano que o caracteriza, que se registou mais um convívio são e bem alegre entre os muitos Alentejanos (e não só) residentes em Almada.

O Alentejo não tem fim !

Luis Moisão"
.
TRÊS ALENTEJANOS OUSADOS
VÃO PERCORRER DE BICICLE-
TA O PERCURSO ENTRE A
TERRA E PAÍS ONDE TRABALHAM,
VERNIER NA SUIÇA, E CASTRO
VERDE NO NOSSO ALENTEJO.



Três emigrantes alentejanos a viver na Suíça, realizam este mês uma viagem de bicicleta, entre Vernier, a localidade suíça e Castro Verde. A ideia desta vigem surgiu no ano passado, altura em que José Andrade (natural de Alqueva), Jacinto Marçalo e Nuno Fatana (ambos da Sete, no concelho de Castro Verde), decidiram fazer-se à estrada no ano seguinte, ou seja este ano de 2009, e pedalar entre o país de acolhimento e a cidade natal. Para juntar o útil ao agradável, os três “ciclistas” determinaram fazer desta aventura, uma acção de solidariedade. O beneficiário escolhido acabou por ser a Apadij – Associação para Acompanhamento do Desenvolvimento Infantil e Juvenil, de Castro Verde, a quem os ciclistas irão entregar os fundos angariados antes e durante a viagem. A viagem de José, Jacinto e Nuno entre Vernier e Castro Verde será realizada em 15 etapas, de 150 quilómetros cada, contando os ciclistas com uma auto-caravana de “apoio logístico”, que será conduzida por Francisco Palma, natural de Moura e também emigrante na Suíça.

sábado, Junho 13, 2009

preliminares

.
Um homem entra em casa com uma ovelha nos braços. A mulher, deitada na
cama, está a ler um livro.
Diz o homem:
- Olha amor esta é a vaca a que me atiro quando te doi a cabeça.
Diz a mulher:
- Se não fosses parvo verias que isso é uma ovelha não uma vaca.
O homem sorri e responde:
- E tu se não fosses tão bruta verias que estou a falar com a ovelha e não contigo.

ruas de Castro Verde


.

preliminares

.

A professora estava tendo dificuldades com um dos alunos.
(adivinha quem?)
Joãozinho qual é o seu problema?
Sou muito inteligente para estar no primeiro ano. Minha irmã está no terceiro ano e eu sou mais inteligente do que ela. Eu quero ir para o terceiro ano também!
A professora, vendo que não vai conseguir resolver este problema, o manda para a diretoria.
Enquanto o Joãozinho espera na ante-sala, a professora explica a situação ao diretor. O diretor diz para a professora que vai fazer um teste com o garoto.
Como é certo que ele não vai conseguir responder a todas as perguntas, vai mesmo ficar no primeiro ano
A professora concorda. Chama o Joãozinho e explica-lhe que ele vai ter que passar por um teste e o menino aceita. O Diretor pergunta para o Joãozinho:
Joãozinho, quanto é 3 vezes 3?
- 9.
- E quanto é 6 vezes 6?
- 36.
O diretor continua com a bateria de perguntas que um aluno do terceiro ano deve saber responder. Joãozinho não comete erro algum. O diretor então, diz para a professora:
- Acho que temos mesmo que colocar o Joãozinho no terceiro ano.
A professora diz:
- Posso fazer algumas perguntas também
O diretor e o Joãozinho concordam. A professora pergunta:
- O que é que a vaca tem quatro e eu só tenho duas?
Joãozinho pensa um instante e responde:
- Pernas.
Ela faz outra pergunta:
- O que é que há nas suas calças que não há nas minhas?
O diretor arregala os olhos, mas não tem tempo de interromper...
- Bolsos. (Responde o Joãozinho).
Mais uma vez a professora o indaga com aquela malícia:
- Que parte do corpo da mulher que cheira peixe?
O Joãozinho de bate-pronto já responde:
- O nariz!
Mais uma:
- O que é que entra na frente na mulher e que só pode entrar atrás no homem?
Estupefato com os questionamentos, o diretor prende a respiração...
- A letra "M". (Responde o garoto.)
A professora continua a argüição:
- Onde é que a mulher tem o cabelo mais enroladinho?
- Na África. (Responde Joãozinho de primeira.)
E continua:
- O que é que entra seco duro e sai mole pingando?
O diretor apavorado..
E o Joãozinho responde:
- O macarrão na panela
E a professora não pára:
- O que é que começa com "b", tem "c" no meio, termina com “ta" e para ser usada é preciso abrir as pernas?
O diretor fica paralisado.E o Joãozinho responde:
- A bicicleta.
E a professora continua:
- Qual o monossílabo tônico que começa com a letra "C" termina com a letra "U" e ora está sujo ora está limpo?
O Diretor começa a suar frio.
- O céu, professora
- O que é que começa com "C" tem duas letras, um buraco no meio e eu já dei
para várias pessoas?
- CD.
Não mais se contendo, o diretor interrompe, respira aliviado e diz para a
professora:
- Puta que Pariu! Põe esse moleque como diretor, pois eu mesmo errei

5º.dia da SEMANA CULTURAL ALENTEJANA DE ALMADA - FEIJÓ

.
MAIS UM DIA DE FERVOR
ALENTEJANO VIVIDO ,
DESTA VEZ,NO CENTRO
DE INSTRUÇÃO E RECREA-
TIVO DO LARANJEIRO

O nosso bloque esteve lá,e embora só tenha conseguido imagens no final, temos a palavra so nosso amigo Luis Moisão a contar como foi:


Na continuidade da celebração da 10ª Semana Cultural Alentejana no Concelho de Almada, iniciada em 6 de Junho, houve hoje 11 de Junho pelas 18h no CIRLaranjeiro, um espectáculo musical, com a seguinte programação:


OS "BANZA" EM PALCO

1) Amigos do Alentejo (17H): Alentejo, Alentejo; Há Lobos sem ser na Serra e 5ª Feira da Ascensão - como o costume, o Grupo organizador do evento abriu mais uma vez, entoando Modas bem antigas do nosso Alentejo;

2) Coral Alentejano «Operário das Paivas» (13H): Rosa branca tu não vás; Pelo toque da Viola e Dizendo-lhes adeus - este Grupo que se apresentou desfalcado, devido ao falecimento recente do seu Ensaiador, não deixou contudo de empolgar o público presente (diria eu que os conheço e oiço há muitos anos que a sua «nostalgia» no Cante desta vez foi muito mais profunda;

GEUPO CORAL ALENTEJANO DA DAS PAIVAS -foto de arquivo

3) Grupo Cantares da Serra - Odemira (5 Cantadores e 2 tocadores Violas Campaniças): após uma explicação prévia sobre a diferença entre o «Cante ao Despique» e o «Cante Baldão» e uma demonstração de toque com a Viola Campaniça por Carlos Loução e António Costa, o Grupo presenteou-nos com as seguintes Modas: Odemira Terra linda; Sobe acima ó Laranjinha (moda de baile muito antiga) e S. Martinho é nossa Terra .

Seguiu-se uma demonstração do «Cante ao Baldão», seguido do «Cante ao Despique», pelos cantadores: Lagoa; Ribeiro;Graça da Costa; Malhão e Zambujeira.
Nota: estes tipos de Cante são muito semelhantes, com a particularidade de no «Cante ao Despique» exigir um maior rigor, pois não se podia «pisar o ponto» (repetir o cante anterior) sem que se não fosse obrigado a «pagar uma rodada»

4) Grupo Musical «Os Banzas»: Rapsódia Alentejana (Já morreu o Rato/Tenho lá no meu quintal/Ó Matilde levanta a saia); Quando fores ao Alentejo; Saias; A Açorda; Fado à desgarrada; Ensopado de Borrego; o Meu Montinho e Vamos lá saindo
Nota: entre cada Moda, um dos elementos do Grupo (Farinha) contava as suas costumadas anedotas tão apreciadas, em especial pelo sexo feminino, tornando esta animação cultural ainda bem mais animada.


Depois, e como vem sendo usual, seguiu-se pelas 20,30h nas instalações do CRFeijó um animado jantar de convívio entre todos os participantes neste «espectáculo musical», numa semana cultural Alentejana que está a decorrer «de vento em popa».

E a festa continua