terça-feira, dezembro 06, 2016

MUSEU DA RURALIDADE NO LOMBADOR

.
O MUSEU DA RURALIDADE VAI CONTINUAR
A CRESCER, VAI ABRIRI OUTRO POLO
DESTA FEITA NO LOMBADOR.


Miguel Rego, na sua ousada e criativa forma de conduzir o Museu, fez-nos saber que:

Domingo dia 18 de Dezembro, no Lombador, Freguesia de Santa Bárbara dos Padrões, vamos abrir mais um polo do Museu da Ruralidade. Mais um passo neste projecto comunitário e partilhado. Uma colaboração entre o Museu da Ruralidade, a Câmara Municipal de Castro Verde e a Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Padrões, com o envolvimento de algumas pessoas da comunidade do Lombador. Apareçam. Podem fazer um programa para o fim de semana. Visitar o Presépio na aldeia de Almeirim, criado pelo Núcleo "A minha Escola"; dar um passeio pela aldeia comunitária dos Aivados; visitar o Presépio do Núcleo da Oralidade, em Entradas e depois seguir para o Lombador. Se houver tempo ainda podem passar pelo Moinho de Vento, do Largo da Feira, pelo Tesouro da Basílica Real e pelo Museu da Lucerna. Uma viagem de temática alargada ao património do concelho de Castro Verde. Estão convidados!

CINEMA ÀS QUARTAS , AMANHÃ EM CASTRO VERDE

.
O FILME A PASSAR NO "CINEMA ÀS QUARTAS"
EM CASTRO VERDE, VAI SER ~"UM DIA PERFEITO"




Realização: Fernando León de Aranoa

Uma equipa de cooperantes de uma ONG encontra-se algures nos Balcãs, imediatamente após a Guerra da Bósnia. Os experientes Mambrú e B, e os seus companheiros, deparam-se com um cadáver no único poço de água potável de uma aldeia. No meio do caos causado pelo conflito, encontrar uma corda para que o corpo possa ser retirado, de modo a que a população possa voltar a ter abastecimento de água, torna-se uma missão bastante mais complicada do que seria de esperar. Pelo caminho, vão deparar-se com todo o tipo de pessoas, umas mais bem-intencionadas do que outras: militares, burocratas, milícias, bandidos...

Adaptação do romance "Dejarse Llover", de Paula Farias, uma tragicomédia com realização do espanhol Fernando León de Aranoa ("Às Segundas ao Sol", "Amador").


Auditório do Fórum Municipal | 21h30

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal de Castro Ver

domingo, dezembro 04, 2016

PALPITES,quem vai ganhar e por quantos, 1ª.jornada de DEZEMBRO

.
O GASTÃO INÁCIO, FOI O VENCEDOR DESTA
1ª.JORNADA DE DEZEMBRO ASSUMINDO,CLARO,
A LIDERANÇA DA CLASSIFICAÇÃO GERAL COM
2 PONTOS DE VANTAGEM SOBRE UM TRIO A
FILIPA LOPES, O NUNO FERREIRA E A
MANUELA MASCARENHAS, E 4 PONTOS SOBRE
O INÁCIO FARINHO E O VICENTE GUERREIRO.

Numa jornada que só teve 5 jogos a contar, em virtude do jogo 5 ter sido adiado:


MARITIMO-BENFICA..2-1 (Pedro Figueira)
SPORTING-V.SETUBAL..2-0 (João Roque,José Julio,João Tiago,Pedro Jonnas,Gastão ,Viente G,Filipa Lopes,Elisiário,Farinho,Nuno Ferreira,Manuela Mascarenhas,André Aplonia,Manuel Marçalo,José Budha)
PORTO-BRAGA..1-0 (Ana Lucia,Gastão,Vicente G,Filipa Lopes,Farinho,Mendonça,Manuela Mascarenhas)
A DOS FRANCOS-VILAVERDENSE (feminino)..2-3 (Nuno Ferreira)
SPORTING-FERREIRENSE (feminivo) JOGO ADIADO retirado
CASTRENSE-SÃO MARCOS..7-1 (ningué acertou)


MATRIZ DOS CALCULOS

.
CLASSIFICAÇÃO NA JORNADA E GERAL.
.
1.GASTÃO INÁCIO..6..SPORTING
2.FILIPA LOPES..8..CASTRENSE
..NUNO FERREIRA..8..BELENENSES EQP FEMININA
..MANUELA MASCARENHAS..8..BENFICA
3.VICENTE GUERREIRO..10..BENFICA
..INÁCIO FARINHO..10..BENFICA
4.JOÃO ROQUE..13..SPORTING
..PEDRO FIGUEIRA..13..PORTO
5.PEDRO JONNAS..14..ALBERNOENSE
..ANTÓNIO MENDONÇA..14..SPORTING
,,CARLOS APOLÓNIA..14..CASTRENSE
6.SERGIO FERNANDES..15..BENFICA
..ANDRÉ APOLÓNIA..15..SPORTING
..MANUEL MARÇALO..15..BENFICA
..JOSÉ BUDHA..15..SPORTING
7.ANA LUCIA..16..SPORTING
..JOÃO TIAGO..16..BENFICA
..ELISIÁRIO CANDEIAS..16..BELENENSES
8.MIGUEL....17..SPORTING
..JOSÉ JULIO..17..CASTRENSE
..CARLOS PEREIRA..18..CASTRENSE
9.MÁRIO OLIVEIRA..18..BENFICA
10.JOÃO APOLÓNIA..19..SPORTING
...CESARE CAROLI..19..MILAN
...URBANO PEIOTO..19..BENFICA
11.HERMINIA MARQUES..20..BENFICA
...ABILIO AZEVEDO..20..SPORTING
...RUBEN LANÇA..20..CASTRENSE EQP FEMININA
...TOY....20..DESPORTIVO DE BEJA
...ANTÓNIO FIUZA..20..SPORTING
12.VITOR MESTRE..23..CASTRENSE
...JOÃO PINTO...23..BENFICA
13.VITOR SANTOS..25..ATLETICO



CANTE A BALDÃO

.
A CASA DAS PRIMAS RECORDA AQUI
HOJE UM TEXTP DE JOSÉ FRANCISCO
COLAÇO GUERREIRO, SOBRE O CA NTE
A BALDÃO.


REGISTO DA CASA DAS PRIMAS NUMS SESSÃO DE BALDÃO NA FEIRA DE CASTRO


O CANTE DO BALDÃO

Em volta de uma mesa sentam-se os cantadores, normalmente juntinhos e sobre a mesma dispõem-se os copos e coloca-se o mais. Buscam posições, procuram parceiros, trocam olhares fugidios, disfarçadamente miram a aparência dos concorrentes, tossem, pigarreiam, limpam a garganta, passam sugestivamente a mão pelo pescoço e invariavelmente lamentam-se pela sua fala que hoje para nada presta.
Tenho estado tão constipado ... se calhar até nem canto, é o costume dizerem.
Mas cantam sempre, é uma desculpa adiantada para qualquer falho ou para iludir os outros se eles se fiarem nas queixas.
Entretanto, todos se aconchegam, ajeitando-se nos lugares para darem largueza ao tocador. E a campaniça começa a retenir a moda da marianita do princípio ao fim. Sempre assim foi e assim será. Tal como o rumo das cantigas, segue obrigatoriamente o percurso inverso ao sentido dos ponteiros do relógio. É um preceito. Uma regra que ficou estabelecida desde o início deste cante para que cada vez que se juntam não tenham de estar a preocupar-se com os pormenores da volta.
Mas depois dos primeiros acordes, os olhares fixam-se na boca e os sentidos nos dizeres do cantador que é o mão. Cresce a tensão, aumenta o desejo, redobra o frenesim e o silêncio do principiante é insuportável. O tocador que já percorreu a moda ponto por ponto então sustem-se, já não abala, pisa as cordas com os dedos esquerdos e desata a repetir a chamada com a unha acrescentada do polegar direito fazendo soltar à viola ganidos de impaciência. Chegados aqui, o cantador já sem saída, ganha fôlego, fecha os olhos, enterra a boina e lá vai.
Lançada a primeira cantiga, as demais já se sucedem sem tanto receio, naquele dito rodar às avessas do tempo.
Enquanto a vez não chega, matina-se na cantiga seguinte, debica-se no petisco e vazam-se os copos. Pouco se fala para não entreter, para não fazer fugir o tino e a rima.
E aos dizeres dos cantadores os outros respondem no flagrante só com incontidos acenos de cabeça ou piscadelas de olho furtivas.
Quando chegar a sua vez logo ripostam se for caso disso e se a habilidade lhes bastar. São regras, são preceitos.
O cante depois começa a buscar-se a si próprio, engendra um fundamento, tem de encontrar um rumo. E a poesia fervilha, repentista, cortante, às vezes marota. De tudo se trata, ali tudo se diz, rimando, com uma musicalidade e uma entoação que nos transportam longe.
Os cantes são desafios à imaginação, à inspiração e à resistência. Duram horas a fio, sempre sem quebras nem pausas, penetram pelas madrugadas como se o tempo a cantar não contasse.
O tocador nada lhes diz, ouve-os, olha-os, de quando em vez deixa escapar um sorriso. Os outros levantam-se nos intervalos da sua vez quando precisam de despejar o bebido, mas o mestre aperta-se, sustem-se, para não quebrar a magia que a viola e o rodopiar das razões geram em volta da mesa.
Discutem mil assuntos, acertam contas antigas, mas filosofam invariavelmente acerca da valia da honra, do dinheiro, do ferro, do ouro, do campo e da serra.
Que saber o seu, que arte a deles.
Do fundo de tal tempo, guardam a memória de cantares antigos, de génios andantes que de feira em feira ganhavam sustento e acrescentavam a fama.
Derivado do despique este cante arreigou-se nas fraldas da serra*, ali se forjou e ali perdura, alimentado pela seiva de gentes ricas em valores tradicionais e senhores plenos da sua identidade.
Readquiriu, recentemente, grande fôlego esta expressão vocal e poética tendo os seus intérpretes voltado a sentir brio na sua arte. O baldão furtou-se a uma morte anunciada e ganhou alma, alento, adeptos, ouvintes, apreciadores. Tem, presentemente, tudo o que é necessário para vencer o esquecimento e continuar a cantar-se no sentido inverso ao dos ponteiros que marcam o ritmo dos dias.

José Francisco Colaço Guerreiro

SOLTAS DO VERÃO EM CASTRO VERDE - 2

.
FOI UM VERÃO QUENTE E LONGO
COM MUITOS ACONTECIMENTOS
INESQUECÍVEIS.....




sexta-feira, dezembro 02, 2016

PALPITES, quem vai ganhar e por quantos, 1ª.jornada de DEZEMBRO

.
E VAI INICIAR-SE NESTE FIM DE
SEMANA O PALPITES DE DEZEMBRO
SÒMENTE COM 5 JOGOS, POIS O
ENCONTRO SPORTING-FERREIRENSE
DO FUTEBOL FEMININO FOI ADIADO,
PELO QUE NÃO É INCLUIDO NA
MATRIZ DESTA 1ª.JORNADA.



JOGOS QUE CONTAM

.
1 - MARITIMO-BENFICA
2 - SPORTING-V.SETUBAL
3 - PORTO-BRAGA
4 - A DOS FRANCOS-VILAVERDENSE (feminino)
5 - jogo adiado ,não conta
6 - CASTRENSE-S.MARCOS

A DOS FRANCOS-VILAVERDEMSE conta para a 1ª.jornada dos nossos Palpites.

MATRIZ DOS PALPITES

PEDRO MESTRE VAI RECEBER O PRÉMIO CARLOS PAREDES 2016

,
VAI ACONTECER EM ALVERCA DO RIBATEJO
NO DIA 3, AMANHÃ.

quarta-feira, novembro 30, 2016

CINEMA ÀS QUARTAS EM CASTRO VERDE

.
O FILNE DE HOJE NO CINEMA ÀS QUARTAS
NO FORUM MUNICIPAL É "ALMAS NEGRAS"




Anime Nere é uma história de família e crime organizado, um thriller que se desenvolve entre Milão e uma aldeia montanhosa da Calábria, um dos lugares onde a ‘ndrangheta', uma das organizações mafiosas mais poderosas do mundo, está mais presente. Não há espaço para redenções, nem heroísmos. Grande sucesso da crítica, o filme recebeu todos os mais importantes prémios de cinema em Itália em 2015, sendo também o grande vencedor da última edição da Festa do Cinema Italiano.

Auditório do Fórum Municipal | 21h30

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal de Castro Verde

domingo, novembro 27, 2016

PALPITES,quem vai ganhar e por quantos, 4ª.e ultima jornada de NOVEMBRO.

.
E O CAMPEÃO DO MÊS DE NOVEMBRO É
O SERGIO FERNANDES, O BENFIQUISTA
DE CORTE DE GAFO DE BAIXO, COM 4
PONTOS DE VANTAGEM SOBRE ELISIÁRIO
CANDEIAS E 6 SOBRE O JOÃO ROQUE E
PEDRO FIGUEIRA.
O SERGIO FERNANDES QUE FOI O 2º.
CLASSIFICADO NOS 2 PRIMEIROS CON-
CURSOS, O DE AGOSTO/SETEMBRO E O
DE OUTUBRO ,E QUE JÁ GANHOU ES-
TA ÉPOCA 6 JORNADAS EM 16, JÁ ME-
RECIA ESTA VITÓRIA QUE SAUDAMOS.
O VENCEDOR DESTA 4ª.JORNADA ,
FOI O JOÃO ROQUE ,QUE ACERTOU
EM 4 JOGOS E SALTOU DE 12º.PA-
RA O 3º. LUGAR NA CLASSIFICAÇÃO
GERAL FINAL.

JOGOS QUE CONTARAM:

.
BOAVISTA-SPORTING..0-1 (João Roque,Gastão Inácio,Pedro Figueira,António Mendonça)
BELENENSES-PORTO..0-0 (ninguém acertou)
BENFICA-MOREIRENSE ..3-0 (João Roque,João Apolónia,Pedro Figueira,João Tiago,Gastão,Ruben Lança,Vicente Guerreiro,Filipa Lopes.Elisiário Candeias,Fiuza,Farinho,Nuno Ferreira,António Mendonça,Sergio Fernandes,Peixoto)
OURIENSE-SPORTING (feminino)..0-4 (Hermínia , Julio,Mário Oliveira,Ana Lucia,Gastão,Ruben Lança,Pedro Figueira,Sergio Fernandes)
VILA FC-CASTRENSE (feminino)..2-1 (João Roque,Vicente Guerreiro,Nuno Ferreira)
CASTRENSE-SERPA..2-0 (João Roque,Herminia,Julio,Ana Lucia,Elisiãrio,Pedro Figueira,Fiuza,Cesare Caroli,Manuela Mascarenhas,André Apolónia,Carlos Apolónia)





MATRIZ DOS CALCULOS DOS PALPITES


Na jornada
.
1.João Roque..-6
2.Vicente Guerreiro..-1
3.Pedro Figueira,Gastão Inácio..1
4.Elisiário Candeias..6
5.Nuno Ferreira,Ruben Lança..7
6.Ana Lucia,João Tiago,António Mendonça.Sergio Fernandes..8
7.André Apolónia,Cesare Caroli,António Fiúza,Filipa Lopes,Mário Oliveira..10
8.Urbano Peixoto,Julio,José Budha..11
9.Manuela Mascarenhas,Abilio Azevedo,Carlos Pereira,Inácio Farinho..13
10.Herminia,João Apolónia,Vitor Mestre,Manuel Marçalo..14
11.Pedro Jonnas,Vitor Santos..15
12.Miguel..16
13.Carlos Apolónia..17
14.Toy....19
15.João Pinto ..20

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL
.
1.SERGIO FERNANDES..35..BENFICA ..(CAMPEÃO DE NOVEMBRO)
2.ELISIÁRIO CANDEIAS..39..BELENENSES
3.PEDRO FIGUEIRA..41..PORTO
..JOÃO ROQUE..41..SPORTING
4.CESARE CAROLI..42..MILAN
5.GASTÃO INÁCIO..44..SPORTING
6.JOÃO TIAGO..52..BENFICA
7.NUNO FERREIRA..53..BELENENSES EQP FEMININA
8.RUBEN LANÇA..56..CASTRENSE EQP FEMININA
9.JOÃO APOLÓNIA..57..SPORTING
10.VITOR SANTOS..58..ATLETICO
...MANUEL MARÇALO..58..BENFICA
11,FILIPA LOPES..60..CASTRENSE
...HERMINIA MARQUES..60..BENFICA
...ANTÓNIO MENDONÇA..60..SPORTING
12.VICENTE GUERREIRO..61..BENFICA
13.JOSÉ BUDHA..62..SPORTING
14.ANTÓNIO FIUZA..63..SPORTING
15.ABILIO AZEVEDO..64..SPORTING
16.VITOR MESTRE..66..CASTRENSE
...JOSÉ JULIO..66..CASTRENSE
...URBANO PEIXOTO..66..BENFICA
...ANDRÉ APOLÓNIA..66..SPORTING
17.INÁCIO FARINHO..67..BENFICA
18.MÁRIO OLIVEIRA..70..BENFICA
...PEDRO JONNAS..70..ALBERNOENSE
...CARLOS PEREIRA..70..CASTRENSE
19.TOY....78..DESPORTIVO DE BEJA
20.CARLOS APOLÓNIA..81..CASTRENSE
21.MANUELA MASCARENHAS..83..BENFICA
22.MIGUEL..84..SPORTING
23.JOÃO PINTO..87..BENFICA
24.ANA LUCIA..88..SPORTING

CASTRO VERDE

.


EM CASTRO VERDE, NA ZONA DE PROTEÇÃO ESPECIAL FORAM MORTAS POR ENVENANAMENTO 11 ANIMAIS SELVAGENS.

.
VITIMAS DE ENVENENAMENTO


Na última semana 11 animais selvagens foram vítimas de envenenamento na Zona de Proteção Especial (ZPE) de Castro Verde. As espécies envenenadas incluem nove milhafres-reais, uma águia-imperial-ibérica, ambas espécies ameaçadas em Portugal, e uma raposa. O alerta foi dado pela LPN e o caso entregue às entidades competentes, estando em curso uma investigação para apuramento dos factos. As equipas do SEPNA da GNR têm vindo a recolher todos os cadáveres encontrados, assim como outras evidências no local que foram encaminhadas para análises forenses e que possibilitarão, em breve, a causa da morte e o autor do crime.

O uso ilegal de veneno é uma prática lesiva para a Natureza, que pode também afetar os seres humanos e os animais domésticos de forma bastante gravosa. Existe um risco elevado para a saúde pública quer, através da introdução na cadeia alimentar humana devido ao consumo de animais contaminados (coelhos, lebres ou perdizes), quer pelo contacto direto por manipulação de iscos ou contacto com fluídos de animais envenenados.

A Câmara Municipal de Castro Verde manifesta a sua preocupação pelo ocorrido, um ato que contraria um trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no concelho ao longo das últimas décadas, e que considera um atentado à conservação da Natureza e uma situação gravosa para a saúde pública

sexta-feira, novembro 25, 2016

PALPITES,quem vai ganhar e por quantos, 4ª.e ultima jornada de NOVEMBRO

.
VAMOS ENTÃO SABER NESTE FIM DE SEMANA
QUEM VAI SER O CAMPEÃO DOS PALPITES
DE NOVEMBRO, E 3 FAVORITOS SE APRESEN.
TAM NA GRELHA DE PARTIDA ,COM MAIS
POSSIBILIDADES DE GANHAR
NA FRENTE, COM 5 PONTOS DE VANTA-
GEM PARTE O SERGIO FERNANDES, SO-
BRE O CESARE CAROLI E 6 SOBRE O
ELISIÁRIO CANDEIAS.

O Jogo 5, VILA-CASTRENSE (feminino) é para a Taça de Portugal, pelo que o resultado que conta é o que se registar no fim de jogo corrido, (90 ou 120 minutos)

JOGOS QUE CONTAM
.
1 - BOSVISTA-SPORTING
2 - BELENENSES-PORTO
3 . BNFICA-MOREIRENSE
4 - OURENSE-SPORTING (feminino)
5 - VILA FC.-CASTRENSE (feminino)
6 - CASTRENSE-SERPA.

MATRIZ




CLASSIFICAÇÃO GERAL
.
1.SERGIO FERNANDES...27..BENFICA
2.CESARE CAROLI..32..MILAN
3.ELISIÁRIO CANDEIAS..33..BELENENSES
4.PEDRO FIGUEIRA..40..PORTO
5.JOÃO APOLÓNIA..43..SPORTING
..VITOR SANTOS..43..ATLETICO
..GASTÃO INÁCIO..43..SPORTING
6.JOÃO TIAGO..44..BENFICA
..MANUEL MARÇALO..44..BENFICA
7.HERMINIA MARQUES..46..BENFICA
..NUNO FERREIRA..46..BELENENSES EQP FEMININA
8.JOÃO ROQUE..47..SPORTING
9.RUBEN LANÇA..49..CASTRENSE EQP FEMININA
10.FILIPA LOPES..50..CASTRENSE
11.ABILIO AZEVEDO..51..SPORTING
...JOSÉ BUDHA..51..SPORTING
12.ANTÓNIO MENDONÇA..52..SPORTING
13.ANTÓNIO FIUZA..53..SPORTING
14.INÁCIO FARINHO..54..BENFICA
15.PEDRO JONNAS..55..ALBERNOENSE
...JOSÉ JULIO..55..CASTRENSE
...URBANO PEIXOTO..55..BENFICA
16.ANDRÉ APOLÓNIA..56..SPORTING
17.CARLOS PEREIRA..57..CASTRENSE
18.TOY....59..DESPORTIVO DE BEJA
19.MÁRIO oLIVEIRA..60..BENFICA
20.VICENTE GUERREIRO..62..CASTRENSE
21.JOÃO PINTO..67..BENFICA
22.MIGUEL..68..SPORTING
23.MANUELA MASCARENHAS..70..BENFICA
24.ANA LUCIA..80..SPORTING

segunda-feira, novembro 21, 2016

II ANIVERSÁRIO DO CANTE ALENTEJANO COMEMORAÇÕES EM CASTRO VERDE

.
EM CASTRO VERDE VAI SER COMEMORADO
O 2º. ANIVERSÁRIO DA CONSAGRAÇÃO
DO CANTE ALENTEJANO COMO PATRIMONIO
IMATERIAL DA HUMANIDADE.


!

Castro Verde vai comemorar o 2º Aniversário da inscrição do Cante Alentejano na Lista de Bens Culturais Imateriais da Humanidade através de um programa que vai acontecer a partir de hoje, 21 de novembro, e até ao próximo domingo, 27 de novembro, promovido no âmbito do Grupo de Trabalho do Cante do concelho de Castro Verde, envolvendo assim, as associações de cante, a autarquia e o Museu da Ruralidade.

Ao longo da semana os grupos corais vão cantar por todo concelho privilegiando uma pluralidade de locais que passam por estabelecimentos de ensino, coletividades, empresas, lares e centros de dia, equipamentos de cultura, etc., com o objetivo de celebrar o cante com a comunidade.

Estas atuações culminarão no II Encontro de Cantadores do concelho, no dia 27 de Novembro, com início às 15h00, na Praça da República, e com continuidade no Cineteatro Municipal onde decorrerá um espectáculo de cante, no âmbito do qual será apresentada a edição “O Cante é a Nossa Terra”, um conjunto de desenhos da autoria de Manuel Passinhas, retiradas do Sketch Book que este artista realizou em Castro Verde durante a tarde em que se comemorou o 1º aniversário da classificação.


PROGRAMA

21 NOV

Grupo Coral "Os Cardadores" da Sete
13h00 | Refeitório Minas de Neves Corvo

Grupo Coral "Os Cardadores" da Sete
Grupo Coral "As Papoilas" do Corvo
18h30 | Beringelinho
19h30 | Rolão
21h00 | Viseus

Grupo Coral "As Camponesas" de Castro Verde
20h30 | Páteo da Villa – Sociedade 1º de Janeiro



22 NOV

Grupo Coral Misto da Sete
19h00 | Lombador
20h00 | A-do-Corvo
21h00 | A-do-Neves



23 NOV

Grupo Coral Infantil "Os Carapinhas" de Castro Verde
18h15 | Biblioteca Municipal



24 NOV

Grupo Coral "Os Ganhões" de Castro Verde
15h00 | Jardim de Infância de Castro Verde
15h30 | J. I. Lar Jacinto Faleiro
16h00 | Centro Escolar nº 2



25 NOV

Grupo Coral "Vozes" de Casével
16h30 | Lar de Casével
17h00 | Unidade de Cuidados Continuados de Casével

Grupo Coral "As Ceifeiras" de Entradas
20h30 | Sociedade Recreativa e Desportiva Entradense


UM PINTOR ALENTEJANO, JULIO JORGE

.
AGUARELA DE JULIO JORGE


JULIO JORGE um pintor alentejano de Montemor-o-novo



Júlio João Calção Miguens Jorge, nasceu em Montemor-o-Novo a 9 de Fevereiro de 1959.

Autodidacta, faz da aguarela o seu meio de expressão favorito.

A temática da sua pintura de cariz naturalista é variada abrangendo desde a paisagem urbana e rural até ao retrato, passando também pela natureza morta.

Algumas exposições que participou:

IV, V, VI, VII, VIII e IX exposição internacional de Vendas Novas

VII Mostra de pintores alentejanos

II Bienal de Artes Plásticas do Alentejo ( Núcleos de Alcácer Do Sal e Alvito)

Museu de Elvas, " A arte no meio castrense"

Inrot 6 e 10 Évora, Beja, Castelo Branco, Cáceres, Mérida e Badajoz.

Naintré - França concurso anual de aguarelas.

Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal

Pousado dos Loios Évora "Silêncios"

Sociedade Círculo Montemorense " Silêncios"

Museu de Évora "Intemporalidades"

CINEMA àS QUARTAS EM CASTRO VERDE

.
NA PROXIMA QUARTA FEIRA O FILME
A APRESENTAR NO FORUM MUNICIPAL
DE CASTRO VERDE ,E ENQUADRADO
NA FESTA DO CINEMA ITALIANO É
"A MAFIA SÓ MATA NO VERÃO".



Festa do Cinema Italiano

Realização: Pierfrancesco Diliberto

Pierfrancesco Diliberto é um conhecido e divertido personagem da televisão italiana que, neste seu primeiro filme, consegue proporcionar um conto sobre as tentativas de Arturo de conquistar o coração da sua amada. Esta história, que tem como cenário a sua cidade de origem (Palermo), desenrola-se entre os anos 70 e 90, misturando a ficção com os documentos televisivos daquela época. O resultado é um surpreendente retrato da máfia e uma emocionante homenagem a todos os homens que tentaram combatê-la: uma maneira nova e improvável de retratar a máfia.

Auditório do Fórum Municipal | 21h30

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal de Castro Verde


domingo, novembro 20, 2016

PALPITES,quem vai ganhar e por quantos, 3ª.jornada de NOVEMBRO

.
VIERAM DE ITÁLIA OS PALPITES VENCEDORES
DESTA JORNADA, O NOSSO CONCORRENTE DE
LECCE, CESARE CAROLI, CONTINUA A MOSTRAR
QUE CONHECE O FUTEBOL PORTUGUÊS E VENCEU
A 3ª.JORNADA DE NOVEMBRO.
O SERGIO FERNANDES CONTINUA A LIDERAR A
CLASSIFICAÇÃO GERAL, AGORA COM 5 PONTOS
DE VANTAGEM SOBRE O CESARE CAROLI E 6
SOBRE O ELISIÁRIO CANDEIAS.

JOGOS QUE CONTRAM


CHAVES-PORTO..0-0 (ninguem acertou)
BENFICA-MARITIMO..6-0 (ninguém acertou)
A DOS FRANCOS-BRAGA (feminino)..0-6 (ninguém acertou)
SPORTING-ESTORIL (feminino)..3-1 (Cesare Caroli,Peixoto,Manuel Marçalo)
QUINTAJENSE-CASTRENSE (feminino)..1-0 (Cesare Caroli,)
DESPORTIVO DE BEJA-CASTRENSE..0-3 (Vitor Mestre,João Tiago,Gastão,Pedro Figueira,José Budha)


MATRIZ DOS CALCULOS DOS PALPITES DA 3ª.JORNADA

Na jornada
.
1.Cesare Caroli..6
2.Manuel Marçalo..12
3.Pedro Figueira,Peixoto,Budha..14
4.João Tiago,Gastão Inácio..16
5.Elisiário ,Abilio Azevedo,Nuno Ferreira..17
6.João Apolónia,João Roque,Ruben Lança,Filipa Lopes,Fiuza,Inácio Farinho,Vitor Santos..19
7.Herminia,Carlos Pereira,Sergio Fernandes..20
8.Miguel,António Mendonça..21
9.Vicente Guerreiro,Manuela Mascarenhas,João Pinto..22
10.José Julio..23
11.Mário Oliveira..24
12.Vitor Mestre,Toy..25
13.Pedro Jonnas..26
14.Ana Lucia,André Apolónia..27
15.Carlos Apolónia..31

CLASSIFICAÇÃO GERAL.
.
1.SERGIO FERNANDES...27..BENFICA
2.CESARE CAROLI..32..MILAN
3.ELISIÁRIO CANDEIAS..33..BELENENSES
4.PEDRO FIGUEIRA..40..PORTO
5.JOÃO APOLÓNIA..43..SPORTING
..VITOR SANTOS..43..ATLETICO
..GASTÃO INÁCIO..43..SPORTING
6.JOÃO TIAGO..44..BENFICA
..MANUEL MARÇALO..44..BENFICA
7.HERMINIA MARQUES..46..BENFICA
..NUNO FERREIRA..46..BELENENSES EQP FEMININA
8.JOÃO ROQUE..47..SPORTING
9.RUBEN LANÇA..49..CASTRENSE EQP FEMININA
10.FILIPA LOPES..50..CASTRENSE
11.ABILIO AZEVEDO..51..SPORTING
...JOSÉ BUDHA..51..SPORTING
12.ANTÓNIO MENDONÇA..52..SPORTING
13.ANTÓNIO FIUZA..53..SPORTING
14.INÁCIO FARINHO..54..BENFICA
15.PEDRO JONNAS..55..ALBERNOENSE
...JOSÉ JULIO..55..CASTRENSE
...URBANO PEIXOTO..55..BENFICA
16.ANDRÉ APOLÓNIA..56..SPORTING
17.CARLOS PEREIRA..57..CASTRENSE
18.TOY....59..DESPORTIVO DE BEJA
19.MÁRIO oLIVEIRA..60..BENFICA
20.VICENTE GUERREIRO..62..CASTRENSE
21.JOÃO PINTO..67..BENFICA
22.MIGUEL..68..SPORTING
23.MANUELA MASCARENHAS..70..BENFICA
24.ANA LUCIA..80..SPORTING

CASTRO VERDE

.
CASTRO VERDE AO PÔR DO SOL


sexta-feira, novembro 18, 2016

HOJE EM CASTRO VERDE INAUGURAÇÃO DE EXPOSIÇÃO DE PINTURA

.
ACONTECE HOJE EM CASTRO VERDE
A INAUGURAÇÃO DE EXPOSIÇÃO DE
PINTURA DE RODRIGO DIAS.



Abre esta sexta-feira ao público, dia 18 de novembro, no Fórum Municipal de Castro Verde, a exposição de pintura “O Caminhante”, da autoria de Rodrigo Dias.

Rodrigo Dias nasceu em 1965, em Chaves. Frequentou o Curso de Pintura (1990/91 - 1991/92) e História da Arte na A.R.C.O. (1991/92) e o Curso de Gravura na Galeria Diferença. É sócio fundador do Círculo Artístico e Cultural Artur Bual e sócio do grupo de Artes Plásticas da Amadora ARTEVER.

Agendada para as 18h00, a iniciativa conta com a participação dos músicos José Soares & Ivo Soares do projeto JAZZIN’, que sobe esta noite ao palco do Cineteatro Municipal de Castro Verde, pelas 21h30, num espetáculo que marca o arranque da 5ª Temporada de Pequenos Concertos de Inverno.

A exposição pode ser visitada até 30 de dezembro de 2016, de 2ª a 6ª feira, das 9h00 às 18h00

PALPITES,quem vai ganhar e por quantos, 3ª,jornada de NOVEMBRO

.
OS JOGOS AO FIM DE SEMANA TÊM MAIS
ENCANTO, COM OS NOSSOS PALPITES,PARA
A 3ª.JORNADA DE NOVEMBRO E SEM JOGOS
DA I LIGA, VAMOS TER TAÇA DE PORTUGAL
LIGA ALLIANZ FEMININA,CAMPEONATO DE
PROMOÇÃO FEMININO E 1ª.DIVISÃO DIS-
TRITAL DE BEJA.
O SERGIO FERNANDES NA LIDERANÇA COM
9 PONTOS DE VANTAGEM SOBRE ELISIÁRIO
CANDEIAS E 17 SOBRE O VITOR SANTOS
E JOÃO APOLÓNIA.

JOGOS QUE CONTAM

OS RESULTADOS QUE CONTAM NOS 2 PRIMEIROS JOGOS SÃO OS QUE SE REGISTAREM NO FINAL DO JOGO CORRIDO (AOS 90 OU AOS 120 MINUTOS), ,PORQUE SE REFEREM À DA TAÇA DE PORTUGAL,

.
1 - CHAVES-PORTO
2 - BENFICA-MARITIMO
3 - A DOS FRANCOS-BRAGA (feminino)
4 - SPORTING-ESTORIL (feminino)
5 - QUINTAJENSE-CASTRENSE (feminino)
6 - DESPORTIVO DE BEJA-CASTRENSE


MATRIZ DOS PALPITES

.
CLASSIFICAÇÃO GERAL
.
1.SERGIO FERNANDES..7..BENFICA
2.ELISIÁRIO CANDEIAS..16..BELENENSES
3.JOÃO APOLÓNIA..24..SPORTING
..VITOR SANTOS..24..ATLETICO
4.HERMINIA MARQUES..26..BENFICA
..PEDRO FIGUEIRA..26..PORTO
..CESARE CAROLI..26..MILAN
5.VITOR MESTRE..27..CASTRENSE
6.JOÃO ROQUE..28..SPORTING
..JOÃO TIAGO..28..BENFICA
7.NUNO FERREIRA..29..BELENENSES EQO FEMININA
..GASTÃO INÁCIO..29..SPORTING
..ANDRÉ APOLÓNIA..29..SPORTING
..PEDRO JONNAS..29..ALBERNOENSE
8.RUBEN LANÇA..30..CASTRENSE EQP FEMININA
9.ANTÓNIO MENDONÇA..31..SPORTING
..FILIPA LOPES..31..CASTRENSE
10.JOSÉ JULIO..32..CASTRENSE
..MANUEL MARÇALO..32..BENFICA
11.CARLOS APOLÓNIA..33..CASTRENSE
12.TOY....34..DESPORTIVO DE BEJA
...ANTÓNIO FIUZA..34..SPORTING
...ABILIO AZEVEDO..34..SPORTING
13.INÁCIO FARINHO..35..BENFICA
14.MÁRIO OLIVEIRA..36..BENFICA
15.JOSÉ BUDHA..37..SPORTING
...CARLOS PEREIRA..37..CASTRENSE
15.VICENTE GUERREIRO..40..CASTRENSE
16.URBANO PEIXOTO..41,,BENFICA
17.JOÃO PINTO..45..BENFICA
18.MIGUEL....47..SPORTING
19.MANUELA MASCARENHAS..48..BENFICA
20.NA LUCIA..53..SPORTING

EDUARDO OLIMPIO, UM AUTOR DE ALVALADE DO SADO, AMANHÃ NA CASA DO ALENTEJO

.
O POETA E ESCRITOR EDUARDO OLIMPIO,
UM ALENTEJANO DE ALVALADE DO SADO,
TANTAS VEZES CITADO PELA NOSSA
SAUDOSA AMIGA ARMINDA PALMA ,VAI
ESTAR AMANHÃ NA CASA DO ALENTEJO
EM LISBOA


LISBOA, 19-NOV-2016, com início às 15h00 (na Casa do Alentejo)
T A R D E ... C U L T U R A L
Evento: "O ALENTEJO NA POESIA, pelo olhar de EDUARDO OLÍMPIO E AMIGOS".

- projecção de retalhos da vida do poeta alentejano; declamação de poesia, por vários declamadores convidados; momentos musicais, com actuações de Manuel Freire, Nuno do Ó e Grupo Coral Alentejano "VOZES DO CAMPO BRANCO EM CASCAIS".


QUEM É EDUARDO OLIMPIO?


Eduardo Olímpio (Alvalade do Sado, 24 de Janeiro de 1933), de seu nome completo Eduardo Olímpio Espada. Depois de um longo período de "experimentador de profissões" (sic), de onde se destacam as de caixeiro, livreiro, tradutor e editor, dedica-se à escrita a tempo inteiro, sendo autor de prosa e poesia.

Obras[editar | editar código-fonte]

POESIA:
As Esmolas do Mendigo, Ed. Autor, 1954
Enlouqueço Amanhã, Ed. Autor, 1964
O Franco Atirador, Ed. Autor, 1965
Uma Porta para o Alentejo, A. M. D. Beja, 1980
Como quem leva ao ombro a vida toda, Ed. Caminho, 1983
Memória Arável, Universitária Editora, 2000

Poena NATAL, de EDUARDO OLIMPIO

Natal

Perguntei pelo Natal,
indicaram-me os rochedos.
Subi a altas montanhas,
só trouxe sustos e medos.

Um mendigo, previdente,
avisou-me: o Natal
fica na quilha de um barco
que ainda nem é pinhal.

E minha avó, mondadeira
do trigal que eu nunca tive,
dizia desta maneira:
— É dentro desta ribeira,
tecendo os bunhos da esteira,
que o Natal, em brasas, vive.

O vento nada sabia
e a noite, irada, afirmava
que o Natal é o meio-dia
de uma noite inacabada.

Li poemas, li romances,
mondei sonetos na horta:
Do Natal, só as nuances
da fome a rondar a porta.

Até que um dia, ó milagre,
levado pelo coração,
toquei teus seios redondos
- brancas rolas, róseos pombos -
e tive o Natal na mão!

Eduardo Olímpio, in 'Florilégio de Natal'


FICÇÃO:
Às cavalitas do tempo, crónicas, Prelo Editora, Lisboa, 1974
Um girassol chamado Beatriz, crónicas, Prelo Editora, 1975, Didáctica Ed., 1980, Lisboa
António dos olhos tristes, novela, Prelo Ed.1975, Didáctica Editora, 1980, Editorial Caminho, 1989, Ed. O Escritor, 1996, Lisboa
A menina da carreira de Manique, crónicas, Ed. Maria da Fonte, 1978, Lisboa
Éramos oito na Pensão Celeste, romance, Ed. O Escritor, 1994, Lisboa
Dava respostas lindas, contos, Ed. O Escritor, 1997, Lisboa
Moça querida, contos, Ed. O Escritor, 2005, Lisboa


INFANTIS:
O gato Tarzan, contos, Prelo Editora, Lisboa, 1974, Lisboa
Ternura, memórias, Ed. Maria da Fonte, 1978, Lisboa
A Senhora Dona Casa e o Senhor Automóvel, conto, Plátano Editora, 1980, Lisboa
O comboio do Estoril, poesia, Plátano Editora, 1980, Lisboa


LIVROS COLECTIVOS :

Cadernos Encontro, Edições Casa Trigo, 1968, S. Tiago do Cacém
Escora 1, Coord. José Matos Cruz, Coimbra, 1969
Silêncio é que não, poesia, Ed. autores, 1975, Lisboa
4 poetas sem passaporte, poesia, Ed. Fonseca Vaz, Lisboa, 1975
O Despertar, poesia, Ed. Autores, 1976, Lisboa
O Fingidor, Poesia e Prosa, Ed. MIC,1977, Estoril


COLABORAÇÃO AVULSA:

JORNAIS:

A Planície, Moura; Diário do Alentejo, Beja; Imenso Sul, Évora; Diário Popular, Lisboa; Diário de Lisboa, Lisboa; Diário de Notícias, Lisboa; República, Lisboa; A União, Angra do Heroísmo, entre outros.


REVISTAS:

Cadernos do Meio-Dia, Faro; Colóquio Letras, Lisboa; Ínsula, Angra do Heroísmo; Sílex, Lisboa; O Escritor, Lisboa; Sol XXI, Carcavelos; Sirgo, Castelo Branco, Alentejo, entre outras.


ANTOLOGIAS / DICIONÁRIOS:

"20 Anos de Poesia Portuguesa do Pós-Guerra (1945/1985)", Ed. Ulisseia, Lisboa, 1965
"O Nosso Amargo Cancioneiro", Ed. Paisagem, Porto, 1969
"Poesia 70", Ed. Inova, Porto, 1970
"Poesia 71", Ed. Inova, Porto, 1971
"800 Anos de Poesia Portuguesa", Círculo de Leitores, Lisboa, 1973
"12 Poemas para Vasco Gonçalves", Ed. Inova, Porto, 1975
"Soldado de Abril", Ed. Frase, Lisboa, 1977
"Ao que isto chegou", teatro, Ed. Estampa, Lisboa, 1977
"Brincar também é poesia", Plátano Editora, Lisboa 1980
"Antologia de Poetas Alentejanos", Ed. Câmara Municipal de Vila Viçosa, 1984
"Contos", Ed. Caminho, Lisboa, 1985
"Este rio de 4 afluentes", Ed. Património XXI, Carcavelos, 1988
"O Desporto na Poesia Portuguesa", Ed. Sindicato Bancários Sul e Ilhas, Lisboa, 1989
"Poetas escolhem Poetas", Ed. Lello e Irmãos, Porto, 1992
"Cântico em honra de Miguel Torga", Ed. Fora do Texto, Coimbra, 1996
"Contoário Cem", Ed. O Escritor, Lisboa, 1997
"100 anos de Frederico Garcia Lorca", Universitária Ed., Lisboa 1998
"Antologia de Poesia Erótica", Universitária Ed., Lisboa 1999
"Millenium, 77 vozes de Poetas Portugueses", Universitária Ed. Lisboa, 2002
"Peuples et Poèmes", Universitária Ed., Lisboa 2003
"Em busca de Natal", Ed. Pássaro de Fogo, Lisboa, 2006
"Neruda, Cem Anos Depois", Universitária Ed., Lisboa 2004
"Homenagem a Eugénio de Andrade", Ed. Fólio/1º de Janeiro, Porto, 2004
"De palavra em punho", Ed. Campo das Letras, Porto, 2004
"Leiamos", Ed. O Escritor, Lisboa, 2006
"Nova Enciclopédia Portuguesa", Ed. Ediclube, Lisboa, 1991
"Pequeno Dicionário de Autores Portugueses", Ed. Amigos do Livro, Lisboa, 1983
"Dicionário Cronológico de Autores Portugueses", vol. VI, I.P.L.B., Lisboa, 2001
"Dicionário Internacional da Lusofonia", C.P.L.P., Pontevedra, Espanha, 2007
"Abril, 40 anos", Associação Portuguesa de Escritores, Lisboa, 2014

quarta-feira, novembro 16, 2016

HISTÓRIA DE ALMADA NA REVOLUÇÃO DE 1383/85

.
O NOSSO AMIGO, NATURAL DE CASTRO
VERDE ,A VIVER EM ALMADA, VICENTE
GUERREIRO, É AUTOR DESTE TEXTO
SOBRE A HISTÓRIA DE ALMADA NA
REVOLUÇÃO DE 1383/85.


"A crónica que abaixo escrevo é um tributo à bela e linda cidade de ALMADA, que muito bem me acolheu há 46 anos,e,me tem proporcionado momentos de felicidade.

HISTÓRIA DE ALMADA NA REVOLUÇÃO DE 1383/85

Quem conhecer a história de Portugal,verificará que os anos de 1383 a 1385, encerram uma história assombrosa da nossa dignidade nacional e de como o povo passou a ter consciência de que ele é o autor de todas as epopeias históricas,o sustentáculo único da nossa identidade de nação livre, e, a força capaz de construir o futuro.
Período riquíssimo do nosso evoluir histórico,segue-se a um outro período igualmente valoroso que foi a conquista e a consolidação do nosso património territorial (séculos Xll e Xlll)e posteriormente outro período extraordinário nos séculos XV e XVI -As Descobertas.
Esta revolução de 1383/85 representa,de facto,uma epopeia em que o grande autor é o povo,e o Mestre de Aviz e Nuno Álvares Pereira os chefes que o conduzem.
Nos finais do ano de 1383,por todo o País o povo se levanta contra uma situação de descrédito e aviltamento nacionais."A revolta dos miúdos", tal como lhe chama o historiador da época Fernão Lopes,alastra por todo o Alentejo com a tomada dos castelos de Beja,Portalegre,Estremoz,Évora e Elvas.
No dia 1 de Janeiro de 1384 o Mestre de Aviz chega à vila de Almada,onde os moradores o aclamam como chefe da revolução e lhe fazem a entrega da vila.Mas as traições internas(por parte dos nobres e algum clero) e a agressão por parte de Castela,que se dispunha à conquista de Portugal,vieram criar aos patriotas portugueses,uma situação difícil.Valeu mais uma vez a heroicidade do povo que sustentou a agressão castelhana e repeliu os invasores.O povo de Almada teve nesta luta um papel de grande relevo, principalmente no cerco a Lisboa que o rei de Castela impôs por terra e por mar,depois de ter ocupado,grande parte do País,"não porque os povos lhe obedecessem,mas porque os alcaides e poderosos a isso os obrigavam" ou que "posto que os ricos e poderosos tivessem voz pelo rei de Castela,os povos miúdos,em seus corações,eram contra ele"-no dizer de Fernão Lopes.
Entretanto prepara-se a resistência à invasão dos castelhanos que atravessam a fronteira por todo o lado.O Mestre de Aviz manda Nuno Álvares Pereira,defender o Alentejo.Saem os dois de Lisboa,com as tropas e,em Coina,despedem-se.O Mestre regressa a Lisboa e Nuno Álvares vai com a sua arraia miúda,ao encontro dos castelhanos,que derrota nos Atoleiros.
Lisboa fica completamente cercada em 29 de Maio de 1384,com a chegada ao Tejo de 40 naus castelhanas.Ao norte da cidade,os castelhanos instalaram-se no Lumiar.A situação na capital é dramática.No Tejo,as duas forças navais preparam-se para a batalha.Depois de várias tentativas fracassadas para conquistar Almada-que patriòticamente se mantinha fiel ao Mestre de Aviz-o rei de Castela dirige pessoalmente um ataque à vila de um palanque armado no Alto da Torre.Os almadenses derrubam o palanque e o rei salva-se por um triz.
Os castelhanos pretendem a queda de Almada a todo o custo,porque a vila é um perigo para a sua rectaguarda.Como não podem vencer os almadenses pela força das armas,usam outros meios.Escreveu o cronista da época Fernão Lopes:- a sede aperta em Almada.Cortam a água aos cavalos.E,para não os verem morrer,os almadenses lançam-nos ao rio.Bebe-se àgua dos charcos.Os castelhanos impedem as tentativas de abastecimento de água do rio e começa a morrer gente com sede.Um cavaleiro castelhano vai pelos muros da vila levando consigo notáveis de Almada,que ameaçam matar,se os defensores da vila se não renderem.
Respondem-lhe que preferem morrer todos.O castelhano insiste,e é morto,trespassado por uma lança.O rei de Castela delibera que todos os almadenses serão passados à espada.O Mestre de Aviz entra em contacto com os de Almada.Um nadador,atravessa várias vezes o rio,sempre de noite,levando recados e respostas.Por não haver outro recurso, o próprio Mestre acorda na rendição.Em 1 de Agosto o rei e a rainha de Castela entram em Almada,respeitando a vila e os haveres dos moradores.Este gesto heroico dos almadenses vai reflectir-se no levantamento do cerco à capital,na apoteose do Mestre de Aviz e na consolidação da independência nacional.
Quase 6 séculos mais tarde,quando da implantação da República,os almadenses também tiveram grande notoriedade,quando proclamaram,no dia 4 de Outubro de 1910,o colapso da monarquia e festejaram a implantação da República.Assim,os almadenses foram,desde há muito tempo,agentes das viragens históricas da nossa Pátria.
Almada,2016/11/16"


terça-feira, novembro 15, 2016

OFEREÇA CASTRO VERDE ESTE NATAL

.
CASTRO VERDE PROMOVE OS SEUS
PRODUTOS NA ÉPOCA DE NATAL


De 19 de novembro de 2016 a 6 de janeiro de 2017, decorre em Castro Verde a Campanha “Neste Natal Ofereça Castro Verde. Compre no Comércio Local”.

A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Castro Verde através do seu Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento, dirige-se a todas as pessoas singulares que realizem compras no co­mércio local, e representa um estí­mulo à revitalização do espaço comercial de Castro Verde.

As lojas aderentes vão estar devidamente identificadas com o logótipo da campanha e devem facultar aos compradores um cupão por cada 20 € em compras no seu estabelecimento, devidamente carimbado e assinado. Os compradores devem, posteriormente, depositar os cupões no recetáculo disponível no Centro de Promoção do Património e do Turismo, entre 19 de novembro de 2016 e 6 de janeiro 2017.

Para se considerarem habilitados aos prémios a sortear, os compradores devem preservar os talões de compra, os quais lhe garantem a sua participação neste concurso. Os prémios a atribuir incluem uma viagem à ilha da Madeira ou Açores, para duas pessoas, em regime de pensão completa (1º prémio), um fim-de-semana no Douro para duas pessoas (2º prémio); um tablet android (3º prémio) e vouchers em compras que devem ser utilizados até 14 de fevereiro de 2017 nas lojas aderentes ao Concurso.

O sorteio e o anúncio da data de entrega dos prémios serão realizados publicamente no dia 6 de janeiro de 2017.

O regulamento do concurso pode ser consultado no ficheiro em anexo e no Centro de Promoção do Património e do Turismo.

AMANHÃ HÁ "CINEMA àS QUARTAS" em CASTRO VERDE

.
NO FORUM MUNICIPAL DE CASTRO VERDE
PROSSEGUE I CICLO "FESTA DO CINEMA
ITALIANO" , COM O FILME "LE COSE
BELLE"



Realização: Agostino Ferrante e Giovanni Piperno

Filmado durante mais de dez anos, este documentário conta o cansaço e a beleza de crescer no Sul da Itália filmados através das histórias de quatro jovens, em dois momentos primordiais da sua existência: a adolescência na Nápoles cheia de esperança de 1999 e a idade adulta na cidade paralisada dos dias de hoje. “Le cose belle” é uma viagem inesquecível dentro do coração de Nápoles e de toda uma geração.

Auditório do Fórum Municipal | 21h30

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal de Castro Verde

segunda-feira, novembro 14, 2016

AS EQUIPAS SENIORES DO CASTRENSE NO FIM DE SEMANA DE 12 E 13

.
FOI UM FIM DE SEMANA VITORIOSO PARA
AS EQUIPA FEMININA E MASCULINA DO
CASTRENSE.


FEMININA


As jovens do Castrense ultrapassaram a 1ª.eliminatória da Taça de Portugal ao vencerem as da Escola de Futebol 115, com um 2-0 merecido.


Estes foram todos os resultados da Taça de Portugal.


FUTEBOL FEMININO - TAÇA DE PORTUGAL.

Fc Castrense 2 - 0 Escola Futebol 115
Casa Povo Martim-2 - 1 Quintajense Fut.Cl
Mocid.D.Eirolense 2 - 0 F D Laura S Moim Serra
Acdr Pico Regalados 0 - 1 Casa Povo Pego
Bobadelense 4 - 1 Lordemão Futebol C
Esc Fut Fem Setubal 0 - 3 S Marit Murtoense
Malveira Serra 0 - 6 Ass.Desp. Poiares
União Rec Cadima 8 - 0 .D. Salvaterrense
Fc Arouca 9 - 1 S.Lisboa Nelas
Ribeirao 1968 Fc 3-5 A D Ovarense Fut
Cf Oliveira Douro 3 - 4 A J E Hernani Gonçalves
Fiães Sport Clube 4 - 0 F C Pedroso
Ass.R. Meirinhas 1 - 0 Bairro Sto.Antoni0
C.F. Felix Marinha 1 - 0 Ginasio C Alcobaça
Seia F C 3 - 1 Ud Ponte Frielas
Guia Futebol Club3 - 0 Pao Pires Fut C
Atl Clube Cucujães 0 - 1 Os Sandinenses
Clube Condeixa 0 - 2 Vila Fc
Ass.D.Argoncilhe 1 - 5 Su Sintrense

A equipa do Castrense mereceu amplamente a vitória com 1 golo de ANA SOEIRO


e outro de NUCHY.

MASCULINOS.

8ª Jornada
CA Aldenovense 0-0 GD Renascente
Sabóia AC 0-5 CF Vasco Gama
(Jorge Raposo (2), Tiago Floreano, Gonçalo Perfeito, João Pazinho)
SC Odemirense 3-4 CD Almodôvar
Despertar SC 3-0 FC Serpa
(Nuno Martins (2), João Vasco)
CF Guadiana 5-0 CD Beja
(Marinho (4), Nelson Raposo)
ACD Penedo Gordo 1-1 CD Praia Milfontes
FC Castrense 4-0 Piense SC
(André Dias (2), Jorge Almeida, Yaggo)


O CASTRENSE recebeu e venceu folgadamente o PIENSE por 4-0, e face ao empate cedido pelo MILFONTES, ultrapassaoo e é agora 2º. logo atrás do lider ALMODÔVAR.


FC Castrense 4-0 Piense SC
(André Dias, Jorge Almeida, Yaggo, Jorginho)


FC Castrense - Eduardo; Jorge Almeida, Sekou, Vítor Rolim (Rafael), Luís Godinho; Anderson, Mike Habib (Pedro Calhau), Zé Mestre; Jorginho, André Dias (Luís Carrega), Yaggo .

Suplentes não utilizados: Igor Eduardo, Lúcio, Pedrinho


Piense SC - David Guerreiro; Bernardo (Quim), Duarte Galego, Nuno Correia, André Moita, José Pinto, (Miguel), José Santos, Bruno guerreiro, Bruno Alcântara, Valter Paulo (Ângelo Carrasco).

Suplentes não utilizados: BA, Luís Correia, Rui Moita

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1º- CD Almodôvar, 21 pontos
2º- FC Castrense, 19 pontos
3º- CD Praia Milfontes, 18 pontos
4º- CF Vasco Gama, 18 pontos
5º- FC Serpa, 15 pontos
6º- ACD Penedo Gordo, 15 pontos
7º- GD Renascente, 13 pontos
8º- Despertar SC, 10 pontos
9º- SC Odemirense, 8 pontos
10º- CA Aldenovense, 7 pontos
11º- Sabóia AC, 6 pontos
12º- CF Guadiana, 5 pontos
13º- Piense SC, 4 pontos
14º- CD Beja, 1 pontos

domingo, novembro 13, 2016

PALPITES,quem vai ganhar e por quantos, 2ª.jornada de NOVEMBRO

.
O VITOR SANTOS, O NOSSO COMPANHEIRO ADEPTO
DO ATLETICO, FOI O GRANDE VENCEDOR DESTA
JORNADA ,AO ACERTAR EM 3 RESULTADOS.
O SERGIO FERNANDES CONTINUA LÍDER DA GERAL,
AUMENTANDO PARA 9 PONTOS A SUA VANTAGEM
SOBRE O ELISIÁRIO CANDEIAS E 17 SOBRE A
DUPLA JOÃO APOLÓNIA E VITOR SANTOS.

JOGOS QUE CONTARAM
.
VILAVERDENSE-SPORTING (feminino)..0-4 (João Apolónia,Pedro Figueira,António Mendonça,Vitor Santos)
BRAGA-CLUBE ALBERGARIA (feminino)..3-0 (Miguel,João Roque,João Tiago, Vitor Mestre,Vicente G.,Cesare Caroli,André Apolónia)
BELENENSES-A DOS FRANCOS (feminino)..1-2 (Hermínia,Pedro Jonnas,Ruben Lança,Toy,Elisiário,Cesare Caroli)
CASTRENSE-ESCOLA DE FUTEBOL 115 (feminino)..2-0 (João Apolónia,Pedro Jonnas,Elisiario,Pedro Figueira,Vitor Santos)
PENEDO GORDO-CASTRENSE..1-1 (Nuno Fereira,Sergio Fernandes)
CASTRENSE-PIENSE..4-0 (Gastão Inácio)

A ANA SOEIRO foi a autora de 1 dos 2 golos da vitória da equipa feminina do Castrense.


MATRIZ DOS CALCULOS DOS PALPITES
.

Na jornada
.
1.Vitor Santos -5
2.Sergio Fernandes..1
3.Cesare Caroli..3
4.Elisiario,João Apolónia..5
5.Pedro Figueira,João Tiago..7
6.Ruben Lança,Pedro Jonnas,Herminia Marques..8
7.André Apolónia..9
8.João Roque,Toy..10
9.Filipa Lopes, Nuno Ferreira.Carlos Apolónia..11
10.Vitor >Mestre,Julio,António Mendonça,Abilio Azevedo,Vicente Guerreiro..12
11.Carlos Pereira,Fiuza.Manuel Marçalo..13
12.Gastão Inácio..14
13.Mário Oliveira,Urbano Peixoto,José Budha..15
14.Inácio Farinho..16
15.João Pinto..17
16.Miguel,Manuela Mascarenhas..18
17.Ana Lucia..23

CLASSIFICAÇÃO GERAL
.
1.SERGIO FERNANDES..7..BENFICA
2.ELISIÁRIO CANDEIAS..16..BELENENSES
3.JOÃO APOLÓNIA..24..SPORTING
..VITOR SANTOS..24..ATLETICO
4.HERMINIA MARQUES..26..BENFICA
..PEDRO FIGUEIRA..26..PORTO
..CESARE CAROLI..26..MILAN
5.VITOR MESTRE..27..CASTRENSE
6.JOÃO ROQUE..28..SPORTING
..JOÃO TIAGO..28..BENFICA
7.NUNO FERREIRA..29..BELENENSES EQO FEMININA
..GASTÃO INÁCIO..29..SPORTING
..ANDRÉ APOLÓNIA..29..SPORTING
..PEDRO JONNAS..29..ALBERNOENSE
8.RUBEN LANÇA..30..CASTRENSE EQP FEMININA
9.ANTÓNIO MENDONÇA..31..SPORTING
..FILIPA LOPES..31..CASTRENSE
10.JOSÉ JULIO..32..CASTRENSE
..MANUEL MARÇALO..32..BENFICA
11.CARLOS APOLÓNIA..33..CASTRENSE
12.TOY....34..DESPORTIVO DE BEJA
...ANTÓNIO FIUZA..34..SPORTING
...ABILIO AZEVEDO..34..SPORTING
13.INÁCIO FARINHO..35..BENFICA
14.MÁRIO OLIVEIRA..36..BENFICA
15.JOSÉ BUDHA..37..SPORTING
...CARLOS PEREIRA..37..CASTRENSE
15.VICENTE GUERREIRO..40..CASTRENSE
16.URBANO PEIXOTO..41,,BENFICA
17.JOÃO PINTO..45..BENFICA
18.MIGUEL....47..SPORTING
19.MANUELA MASCARENHAS..48..BENFICA
20.NA LUCIA..53..SPORTING

soltas do verão

.